O Despertar da Consciência - Biblioteca
 
Procurai imaginar por um instante que sois um extraterrestre. Acabais de percorrer anos-luz com vossa nave espacial e vos dirigis ao planeta terra. Tendes a missão de explorar esse planeta, de tomar contato com seus habitantes para trocar saber e ter informações de todos os níveis. Se tudo der certo, se chegardes à conclusão de que seus habitantes são honestos e estão dispostos a tudo pela a paz, a terra poderia então ser admitida na Federação Intergaláctica. E com um espírito aberto, contatos poderiam então acontecer com os habitantes de outros planetas. A consciência terrestre progrediria claramente; esse avanço chegaria também aos domínios da tecnologia e da saúde. 

 
 Imagem
O clássico da literatura A Revolução dos Bichos, criado pelo escritor, jornalista e ativista político George Orwell, em 1944, é considerado um dos melhores livros em língua inglesa do século XX.

Esta obra representa, através do reino animal, as imperfeições humanas e ataca o regime criado por Stalin na antiga União Soviética. Na época em que foi escrito, o livro foi rejeitado, durante algum tempo, pelas editoras devido a ser um ataque direto ao regime de Stalin, parceiro dos ingleses e norte-americanos durante o período da Segunda Guerra Mundial.

Os animais residem na Granja do Solar, comandada pelo Sr. Jones; nela convivem porcos, galinhas, vacas, cães, gatos, cavalos, gansos e pássaros, os quaizs, descontentes com o chefe do local, cedem às instâncias do porco Major e se revoltam contra a autoridade constituída.


 
 Imagem
Segundo a interpretação que Sitchin faz da cosmologia suméria, haveria um planeta desconhecido de nossa ciência que segue uma órbita elíptica e demorada, passando pelo interior do Sistema Solar a cada 3.600 anos. Este planeta chamaria-se Nibiru. Segundo Sitchin, Nibiru teria colidido catastroficamente com Tiamat, outro planeta hipotético, localizado por Sitchin entre Marte e Júpiter.

O cenário delineado por Sitchin, com Nibiru retornando ao interior do Sistema Solar regularmente a cada 3.600 anos, implica numa órbita com um eixo semi-principal de 235 unidades astronômicas, estendendo-se do cinturão de asteróides até 12 vezes mais distante do Sol que Plutão.



 
 Imagem
"Como Deus se comunicou com Adão e Eva? Como achados arqueológicos confirmaram e corroboraram com os registos bíblicos? O que foi revelado nos manuscritos do mar Morto? O que nos dizem as visões dos profetas? Quais têm sido as missões dos emissários divinos ao longo dos séculos? Que poderes os anjos têm para nos guiar e proteger? Qual o plano divino, universal e eterno de Deus? Estas espantosas e perturbadoras perguntas são respondidas por Zacharia Sitchin em Encontros Divinos, sua mais nova obra.

O autor revela as interações entre Criador e criaturas desde o início dos tempos e que perduram até os dias de hoje."
De skoob.com.br


 
 Imagem
É um livro escrito em 1968 pelo suíço Erich von Däniken, em que o autor teoriza a possibilidade das antigas civilizações terrestres serem resultados de alienígenas (ou astronautas) que para as épocas relatadas teriam se deslocado.

Von Däniken apresentou como provas ligações entre as colossais pirâmides egípcias e incas, as vastas linhas de Nazca, os misteriosos moais da Ilha de Páscoa, entre outros grandes mistérios arquitetónicos. Ele também cria uma teoria de cruzamentos entre os "extraterrestres" e espécies primatas, gerando a espécie humana.



 
 Imagem
Winston, herói de 1984, último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico.

Quando foi publicada em 1949, poucos meses antes da morte do autor, essa assustadora distopia datada de forma arbitrária num futuro perigosamente próximo logo experimentaria um imenso sucesso de público. Seus principais ingredientes - um homem sozinho desafiando uma tremenda ditadura; sexo furtivo e libertador; horrores letais - atraíram leitores de todas as idades, à esquerda e à direita do espectro político, com maior ou menor grau de instrução.


 
Jiddu Krishnamurti (1895-1986), foi um filósofo, escritor, e educador indiano. Entre os seus temas estão incluídos revolução psicológica, meditação, conhecimento, liberdade, relações humanas, a natureza da mente, a origem do pensamento e a realização de mudanças positivas na sociedade global.

Constantemente ressaltou a necessidade de uma revolução na psique de cada ser humano e enfatizou que tal revolução não poderia ser levada a cabo por nenhuma entidade externa seja religiosa, política ou social. Uma revolução que só poderia ocorrer através do auto-conhecimento e da prática correta da meditação ao homem liberto de toda e qualquer forma de autoridade psicológica.

 
 Imagem
Herbert George Wells nasceu a 21 de setembro de 1866, em Bromley, no Condado de Kent, situado em frente ao Canal da Mancha, tendo ao norte a foz do Tamisa -uma região que aparecerá frequentemente nas suas histórias. De família modesta, começou a trabalhar cedo e, para estudar, foi obrigado a grandes sacrifícios, que lhe valeram uma fraqueza pulmonar. Leccionava para pagar os seus estudos; entre seus professores o biólogo Thomas H. Huxley teve influência decisiva na sua orientação científica.

Entre 1895 e 1900, produziu uma série de "romances científicos" que lhe trouxeram imediata consagração e mudaram os rumos de sua vida: A Máquina do Tempo, A Guerra dos Mundos, O Homem Invisível e A Ilha de Dr. Moreau são desse período.


 
"O pesquisador americano Michael Talbot aproxima a ciência moderna e as religiões antigas, ao analisar uma das teorias mais fantásticas de nosso tempo.

Desenvolvida por dois eminentes pensadores, o físico David Bohm, da Universidade de Londres, e o neurofisiologista Karl Pribram, de Stanford, tratase de uma nova conceituação da matéria, inspirada no princípio da holografia, a reprodução tridimensional de imagens por laser, segundo a qual todo o universo não passaria de um holograma gigantesco, um tipo de imagem criada pela mente, contendo tanto a matéria quanto a consciência, na forma de um campo único.

 
"Como as tradições antigas e secretas de uma tribo africana poderiam conter informações de astrofísica, de alta precisão, sobre estrelas invisíveis no sistema da estrela Sírius? Algumas dessas informações só foram descobertas recentemente pelos cientistas modernos, meio século depois de terem sido registadas por antropólogos que estudavam essa tribo. A situação referente a O Mistério de Sírius mudou completamente desde a publicação da primeira edição do livro, em 1976. Na época, a tradição da tribo dogon insistia em afirmar a existência de uma terceira estrela no sistema de Sírius, que os astrónomos modernos não podiam confirmar. Alguns críticos diziam que isso comprovava a falsidade da hipótese apresentada no livro.

    Autores

    Todos
    Aldous Huxley
    Carlos Castaneda
    Daniel Quinn
    Daniel Stulin
    Erich Von Daniken
    George Orwell
    Henry D. Thoreau
    H. G. Wells
    Jan Van Helsing
    J. Krishnamurti
    Michael Talbot
    Robert Temple
    Zecharia Sitchin



    Tenha acesso ao nosso feed de notícias no facebook clickando gosto



    Parceiros